Livros mais vendidos em Taubaté no mês de junho de 2017

*Levantamento foi feito com base nas vendas da Livraria Leitura em junho.

 

1 – Ansiedade – Como enfrentar o mal do século

Autor: Augusto Cury (autor nacional)/ Saraiva

Número de Páginas: 160 páginas

Sinopse: Você sofre por antecipação? Acorda cansado? Não tolera trabalhar com pessoas lentas? Tem dores de cabeça ou muscular? Esquece-se das coisas com facilidade? Se você respondeu “sim” a alguma dessas questões, é bem provável que sofra da Síndrome do Pensamento Acelerado (SPA). Considerada pelo psiquiatra Augusto Cury como o novo mal do século, suplantando a depressão, ela acomete grande parte da população mundial. Neste livro, você entenderá como funciona a mente humana para ser capaz de desacelerar seu pensamento, gerir sua emoção de maneira eficaz e resgatar sua qualidade de vida.

 

2 – Propósito – a coragem de ser quem somos

Autor: Baba, Sri Prem/ Sextante

Número de Páginas: 160 páginas

Sinopse: “Saber qual é o propósito é saber o que viemos fazer aqui; e o que viemos fazer aqui está intimamente relacionado àquilo que essencialmente somos, ou seja, o programa individual da alma está relacionado à consciência do Ser. Assim como a laranjeira só pode dar laranjas, o ser humano só pode dar um tipo de fruto: o amor, pois o amor é a sua essência. Porém, o amor é um fruto que pode se manifestar de infinitas maneiras. Cada alma traz consigo dons e talentos que são a maneira única que o amor se expressa através de nós.” – Sri Prem Baba

 

3 – Outros jeitos de usar a boca

Autor: Rupi Kaur/Planeta do Brasil

Número de Páginas: 208 páginas

Sinopse: Maior fenômeno de poesia dos EUA na última década, há mais de 40 semanas no topo das listas de best-sellers. “Outros jeitos de usar a boca” é um livro de poemas sobre a sobrevivência. Sobre a experiência de violência, o abuso, o amor, a perda e a feminilidade. O volume é dividido em quatro partes, e cada uma delas serve a um propósito diferente. Lida com um tipo diferente de dor. Cura uma mágoa diferente. Outros jeitos de usar a boca transporta o leitor por uma jornada pelos momentos mais amargos da vida e encontra uma maneira de tirar delicadeza deles. Publicado inicialmente de forma independente por Rupi Kaur, poeta, artista plástica e performer canadense nascida na Índia – e que também assina as ilustrações presentes neste volume –, o livro se tornou o maior fenômeno do gênero nos últimos anos nos Estados Unidos, com mais de 1 milhão de exemplares vendidos.

 

4 – Rita Lee – uma autobiografia

Autor: Rita Lee/Globo

Número de Páginas: 296 páginas

Sinopse: “Do primeiro disco voador ao último porre, Rita é consistente. Corajosa. Sem culpa nenhuma. Tanto que, ao ler o livro, várias vezes temos a sensação de estar diante de uma bio não autorizada, tamanha a honestidade nas histórias. A infância e os primeiros passos na vida artística; sua prisão em 1976; o encontro de almas com Roberto de Carvalho; o nascimento dos filhos, das músicas e dos discos clássicos; os tropeços e as glórias. Está tudo lá. E você pode ter certeza: essa é a obra mais pessoal que ela poderia entregar de presente para nós. Rita cuidou de tudo. Escreveu, escolheu as fotos e criou as legendas – e até decidiu a ordem das imagens -, fez a capa, pensou na contracapa, nas orelhas… Entregou o livro assim: prontinho. Sua essência está nessas páginas. E é exatamente desse modo que a Globo Livros coloca a autobiografia da nossa estrela maior no mercado.” Guilherme Samora é jornalista e estudioso do legado cultural de Rita Lee

 

5 – Por que fazemos o que fazemos?

Autor: Mario Sergio Cortella/Planeta do Brasil

Número de Páginas: 176 páginas

Sinopse: Uma rotina atribulada, a falta de motivação e a dúvida constante a respeito de sua própria existência e tudo o que diz respeito a quem realmente somos é tema constante de debates e conversas até então descompromissadas. Diante de uma sociedade que não aceita mais viver por obrigação ou trabalhar apenas para ganhar dinheiro, o livro “Por Que Fazemos o Que Fazemos?” lista as dúvidas mais comuns dos profissionais brasileiros, elucidadas por Mario Sergio Cortella, filósofo com vasto conhecimento sobre o comportamento humano.

6 – O Diário de Anne Frank 

Autor: Anne Frank/Recorde

Número de Páginas: 349 páginas

Sinopse: ‘O Diário de Anne Frank’, publicado originalmente em 1947, se tornou um dos relatos mais impressionantes das atrocidades e horrores cometidos contra os judeus durante a Segunda Guerra Mundial. A força da narrativa desta adolescente — que mesmo com sua pouca experiência de vida foi capaz de escrever um testemunho de humanidade e tolerância — a tornaria uma das figuras mais conhecidas do século XX. Agora, seis décadas após ter sido escrito, o diário é finalmente publicado na íntegra. A nova edição traz um caderno de fotos, além de vários trechos inéditos.
O livro reconstrói os tensos anos em que a família Frank viveu em Frankfurt, em clima de total anti-semitismo, a fuga da Alemanha e a vida no esconderijo, em Amsterdam. Com fotos e cartas inéditas obtidas junto a parentes e amigos, esta edição finalmente revela mais sobre a jovem Anne Frank, sobre sua família, o ambiente social em que ela cresceu, sua vida antes e depois da fuga e sobre seus últimos setes meses de vida — depois de ter sido traída, capturada pelos nazistas e enviada a um campo de concentração.

 

7 – Ansiedade 2  – Autocontrole – Como controlar o estresse e manter o equiíbrio

Autor: Augusto Cury/Benvirá

Número de Páginas: 192 páginas

Sinopse: Em “Ansiedade 2 – Autocontrole”, o psiquiatra e psicoterapeuta Augusto Cury revela os segredos para gerenciar o estresse e desenvolver o autocontrole, essencial para uma vida emocional saudável e plena. Além disso, apresenta a diferença entre ansiedade e estresse e ressalta que os dois são essenciais para a sobrevivência humana, mas que, como tudo na vida, precisam ser dosados. Alguns dos conceitos utilizados pelo autor foram apresentados no mega best-seller Ansiedade – Como enfrentar o mal do século, como, por exemplo, a Síndrome do Pensamento Acelerado (SPA), que vem pouco a pouco nos transformando em prisioneiros em nossa própria mente, suas consequências alarmantes e técnicas para enfrentá-la. Neste novo livro, Cury usa partes de sua própria história – de adolescente desinteressado a pesquisador com livros publicados em muitos países – para mostrar como a ansiedade e a SPA podem sabotar a maturidade e impedir o ser humano de ser líder de si mesmo. Cury conta como ele mesmo utilizou essas técnicas para vencer o medo de fracassar e alcançar o êxito profissional e pessoal.

 

8 – Extraordinário

Autor: JR Palacio/Intriseca

Número de Páginas: 320 páginas

Sinopse:“Extraordinário” é um livro que conquistou diversos públicos e foi adaptado para o cinema ainda em 2017! Aproveite para ler o livro e conhecer essa história inteligente, sensível e leve que traz mensagens sutis e humanas, deixando uma verdadeira lição de vida sobre respeito e amor ao próximo.

“Toda pessoa deveria ser aplaudida de pé pelo menos uma vez na vida, porque todos nós vencemos o mundo” August Pullman (Extraordinário)

 

9 – A Cabana (Capa Filme)

Autor: William P. Young/ Arqueiro

Número de Páginas: 248 páginas

Sinopse: A qualidade de A Cabana é inquestionável! O livro é best-seller mundial, vendeu mais de 4 milhões de exemplares no Brasil, foi traduzido para 39 idiomas e, para completar a jornada de sucesso, ainda ganhou uma versão para as telonas de cinema. Essa novidade conseguiu agradar tanto aqueles que gostam de cinema, quanto quem prefere ler! Isso porque, o livro A Cabana, que foi lançado em 2007, está com uma nova versão, com uma capa mais moderna e totalmente inspirada no filme. Na nova capa, que também é o pôster do filme nos cinemas, estão os atores Sam Worthington, no papel de Mack Phillips, e Octavia Spencer, que interpreta a Elouisa, também chamada de Papai, no livro.

 

10 – Nunca desista de seus sonhos

Autor: Augusto Cury/ Sextante

Número de Páginas: 160 páginas

Sinopse: Nunca desista de seus sonhos já vendeu mais de 2,3 milhões de livros no Brasil. Augusto Cury é considerado o autor brasileiro mais lido da atualidade.
“Precisamos perseguir nossos mais belos sonhos. Desistir é uma palavra que tem que ser eliminada do dicionário de quem sonha e deseja conquistar. Não se esqueça de que você vai falhar 100% das vezes em que não tentar, vai perder 100% das vezes em que não procurar, vai estacionar 100% das vezes em que não ousar caminhar.” – Augusto Cury

 

Comments

Deixe uma resposta